Culinária: brigadeirão

Queridos leitores,

Um dos doces que mais fez sucesso no instagram do Passagem Gastronômica  foi o brigadeirão. Brigadeirão é uma das minha receitas favoritas, pois a minha vó sempre cozinhava quando eu era criança – além de ser super gostoso e não dar muito trabalho pra fazer.

A receita do brigadeirão é prática porque não tem muitas etapas, não leva muitos ingredientes e não faz muita sujeira no preparo. Outra vantagem é que se você for fazê-lo para receber visitas em casa, pode preparar com antecedência. Ele fica até mais gostoso no dia seguinte, principalmente porque dá tempo dele ficar mais geladinho para servir.

Ingredientes:

– 3 ovos

– 1 lata de leite condensado

– 1 lata de leite integral (utilize como medida a lata de leite condensado)

– 1 lata de creme de leite sem soro

– 1 xícara de chá quase cheia de chocolate do padre ou cacau em pó*

– 1 colher de sopa de manteiga

* Obs: Se utilizar cacau em pó com uma concentração maior de cacau pode utilizar cerca de 3/4 de xícara de chá.

Preparo:

– Bata todos os ingredientes no liquidificador – a mistura fica bem líquida – e coloque em uma forma com furo no meio untada com manteiga (a forma de pudim funciona muito bem nessa receita). Como a minha forma é cheia de detalhes ela costuma grudar com mais frequência, por isso untei duas vezes. Passei uma camada de manteiga na forma, levei à geladeira e deixei por alguns minutos. Quando a manteiga ficou mais firme repeti o processo.

– O brigadeirão deverá cozinhar em banho-maria. Para isso utilize uma forma ou mesmo uma panela larga com papel toalha no fundo – para evitar a transmissão de calor direto para a forma – e nela coloque a forma com o brigadeirão. Eu deixo pra colocar a água quando as duas já estão dentro do forno pois acho mais fácil, mas você pode colocar antes de levar pro forno também. A água do banho-maria deve estar quente e deve atingir a 1/2 ou 2/3 da altura da forma com o brigadeirão.

– Leve ao forno preaquecido à 180C. Depois de 10 minutos de cozimento ou quando uma casquinha se formou sobre a superfície do brigadeirão, coloque papel alumínio sobre ele apenas para que o topo não fique cozido demais devido à maior exposição ao calor. Cheque de vez em quando e aproveite pra colocar mais água no banho-maria se o nível diminuir.

– Quando o brigadeirão estiver quase pronto, tire o papel alumínio do topo para que ele fique mais coradinho na parte de cima. O brigadeirão estará pronto quando você tocar o topo e ele estiver relativamente firme, com a consistência de um pudim assado. No meu forno demorou quase 1 hora para ficar pronto. Retire do forno e espere esfriar antes de levar para a geladeira.

– Deixe na geladeira até que ele esteja bem gelado, o que levou cerca de 6 horas no meu caso. Mas como mencionei antes, prefiro deixar para servir no dia seguinte, pois assim ele fica mais geladinho e gostoso. Quando for desenformar, passe uma faquinha com cuidado nas laterais e ao redor do furo do centro. Segurando a forma, passe-a sobre a chama de um fogão para esquentar levemente e ajudar a desenformar. Em seguida, coloque o prato em que for servir por cima e segurando ambos vire de uma vez. Se mesmo assim não sair repita o processo para ajudar a desenformar.

– Sirva puro ou com o acompanhamento que mais gostar!

1

2

3

Boa semana!

Beijos Patty (Passagem Gastronômica)

 

 

Comente este Post

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários

  1. Hummmm desejei!! Vou fazer!! 😀

    1. Lorena,
      Depois me conta como ficou!
      = )
      Beijos

  2. Se colocar leite de coco no lugar do leite integral, ficara bem saboroso.