will you marry me?

Casais, espero que gostem do pedido de hoje! Bom final de semana!

“Conheci o Andinho em maio de 2010, havia terminado a pouco tempo um relacionamento de 4 anos, namorava desde os 17, e nessa época estava super curtindo minha vida de solteira, indo em muitas festas, conhecendo pessoas e principalmente me conhecendo melhor. Era um momento em que eu estava bem comigo mesmo, e mal podia imaginar que conheceria o homem da minha vida em uma dessas festas.

Em um certo sábado, eu e a Babi (uma das minhas amigas de infância) decidimos ir em uma balada com alguns amigos dela e estávamos no clima de “enfiar o pé na jaca” rs. Mais para o fim da festa estávamos bem alegrinhas rs, puxei a mão dela para pegarmos mais um drink, porém, eu a puxava e ela não saia do lugar, quando olhei para trás para chama-la percebi que ela estava do meu lado, e que eu não estava segurando na mão dela, e sim na mão do meu futuro grande amor, rs. Ele insiste em dizer que eu estava paquerando ele e foi de proposito kkk, mas não foi, quando vi que não era a mão da minha amiga fiquei morrendo de vergonha e tentei sair de perto, mas ele veio atrás conversar comigo e acabou rolando o primeiro beijo.

No dia seguinte não lembrava de nada, nem o nome dele kkk, na verdade tinha uma vaga lembrança de que ele havia me contado que iria no JUCA (Jogos Universitários) com a minha faculdade, (apesar dele ser de outra) mas não sabia se estava alegrinha demais ou se ele havia realmente falado kkk.

Na semana seguinte estava no JUCA com algumas amigas e com quem eu dei de cara? Ele mesmo! Ficamos todos os dias, mas até aí nada sério! No domingo os jogos terminaram e acabamos voltando em ônibus separados, quando chegamos na faculdade nos encontramos novamente e ele me convidou para irmos no cinema, e depois desse dia não nos separamos mais.

Na verdade nos separamos sim, em 2012 nos dois fizemos intercâmbio, porém cada um para um lado do mundo, então decidimos terminar. Confesso que foram 7 meses muito difíceis, pois apesar de termos terminado pensava nele todos dias, e tinha muita esperança de voltarmos! E graças a Deus voltamos, e aí sim, não nos separamos mais!

Por ser “a louca do casamento” kkk entrava no Say I Do diariamente, e ficava viajando imaginando como seria o meu pedido, mas parecia que ele nunca iria chegar! Em abril do ano passado compramos o nosso apartamento, mesmo com uma certeza maior de que casaríamos, ainda estava faltando o pedido. Eu já dava uma causadinha antes, depois que compramos o apto fiquei insuportável kkk mandava foto de aliança, baixava aplicativo de joalherias, levava ele em loja, e ele só sendo seco e falando que tudo tem a sua hora! Eu não aguentava mais, já estava começando a ficar muito triste! Tínhamos uma viagem marcada, uma semana de cruzeiro e depois Orlando/Miami, no fundinho eu tinha uma esperança que poderia ser na viagem, mas ele estava me dando cada corte quando eu tocava no assunto que minhas esperanças estavam chegando ao fim… Fizemos o cruzeiro e nada! Depois disso realmente perdi toda esperança e preferi encarar como realidade de que não teria pedido nenhum para não criar expectativas, me frustrar e estragar a viagem!

Eu havia dito que queria jantar em algum lugar bacana em Orlando, e como um amigo nosso mora lá ele ficou de fazer uma reserva em um lugar bem legal para nós (ele já sabia de tudo, vlw Keru, ajudou o Go a transformar meu sonho em realidade). O restaurante era no Winter Park, um lugar que acho LINDO, estava muito feliz que iriamos jantar lá! Esse amigo insistiu para chegarmos cedo para vermos o pôr do sol, que é bem de frente para o restaurante! Eu fiquei super empolgada, e conseguimos chegar cedo! Esse bairro fica a uns 40min de onde estávamos hospedados, durante todo caminho o Andinho estava MUITO quieto, mas como ele tinha tido dor de estômago durante o dia achei que ele podia estar passando mal. Perguntei se ele estava se sentindo bem, e que se quisesse poderíamos marcar outro dia para jantar, que eu não ficaria triste. Ele falou que estava bem e que iriamos jantar aquele dia, ok então né? (Depois que eu percebi que ele estava mudo de nervoso, kkk)

Chegamos cedo no restaurante, teríamos que esperarmos cerca de 1 hora, então pedi para a hostess se poderíamos aguardar na área externa para vermos o tão falado pôr do sol, e lá fomos nós. Era um lugar LIIIINDO! Tinham umas cadeiras de balanço no pier e ficamos sentados lá conversando! Do nada fez um silêncio, daí ele me perguntou que nota que eu dava para viagem, disse 9,5 pq a viagem ainda não tinha terminado, mas que era praticamente 10, e perguntei: mas pq você está perguntando isso? E ele falou: pq eu acho que nossa viagem ainda não está completa…”Quer casar comigo?” Dei um pulo da cadeira, nos abraçamos e eu não conseguia responder que sim, só chorava, e ele também. Deu aquele nó na garganta, frio na barriga, coração batendo a mil, eu pulava de alegria(e ele tentando filmar escondido, pq eu falei diversas vezes que quando ele pedisse tinha que filmar hahaha, pecado ele tentou). Eu tremia tanto, estava tão feliz, nunca imaginei que seria em um lugar tão lindo (as fotos não me deixam mentir) e que ele fosse realmente planejar tudo para realizar minhas vontades e sonhos. Foi o pedido mais perfeito que eu podia ter e estou muito feliz em dizer SIM para o homem da minha vida (Te Amo Gooo).

Depois que consegui parar de chorar queria saber tudo, como ele planejou, quando comprou o anel, quem já sabia, e como ele escondeu o anel todo esse tempo(obvio que cheguei a abrir o cofre pra ver se achava algo, mas nada, rs). Eu sem saber cheguei a pegar no anel, mas graças a Deus eu não percebi e não estraguei tudo. Ele guardou a caixinha dentro da meia que eles dão dentro do avião e colocou dentro da mochila dele. Todas as vezes que saímos do cruzeiro para os passeios terrestres ele levou o anel, para tentar achar o momento ideal, mas não achou nenhum lugar que realmente iria me surpreender. Em uma dessas decidas eu estava arrumando a minha bolsa de praia, e como percebi que não tinha muita coisa falei que iria colocar na mochila dele. Ele estava no banho e gritou que arrumava a mochila, eu teimosa abri pra colocar as coisas e achei A meia. Oi? Meia? Praia? Gritei amor pq que você está levando uma meia, tirei a meia e joguei em cima da cama, fiquei até meio irritada na hora. Ele ficou achando que eu tinha visto e estava disfarçando, mas realmente não vi nada, nada nada.

Minha mãe, minha sogra e alguns amigos já sabiam, e estavam ansiosos esperando que contássemos que ele tinha pedido. Ele planejou tudo muito bonitinho, me surpreendeu mesmo. Quando voltamos de viagem chamamos a minha família para jantar em casa, pois queríamos pedir a benção dos meus avós! Ele fez um discurso lindo e tivemos a benção e aprovação de todos da família!

Estamos muito felizes com esse momento e tenho certeza que organizar o grande dia será uma delícia!”

3 4

6

Gostaram?

Say I Do.

Comente este Post

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários

  1. Eu que acompanhei a história desde o começo, e conheço os dois há muitos anos, sei o qnto esse dia foi especial!!! E foi lindo, como a Mari sempre sonhou!!! Chorei ouvindo o audio dela com a história do pedido!!!
    Desejo a maior felicidade do mundo para vcs!!! Muito amor, saúde e realizações para vcs!!
    Já estou nervosa para o grande dia!!! Amo muuito vcs!!!

  2. Que lindoss!!! Muito muito feliz por esse momento de vocês!!

  3. Lindoooo, fui ler de novo o seu pedido e chorei! to na flor da pele ja que caso em 4 meses rsrs foi lindooooo