will you marry me?

Casais, tudo bom?

Espero que gostem do pedido de hoje, eu amei!

“Conheci o Matheus dia 05/01/2015. Passamos no mesmo concurso e fizemos duas semanas de curso de formação juntos. Nessas semanas acabamos conversando um pouco e parecia que não tínhamos nada a ver! Nossas opiniões eram muito diferentes e parecia que a gente não concordava em nada rsrs. Criamos um grupo no whatsapp para falar sobre o trabalho novo e assim fomos mantendo contato. Conforme as semanas foram passando, as conversas aumentaram e vimos que apesar de parecermos muito diferentes, nos dávamos muito bem. Uma sintonia muito legal foi se criando, os assuntos não terminavam, passamos a conversar todos os dias (do bom dia ao boa noite rsrs) e aí fica fácil imaginar o que aconteceu. Pode parecer clichê, mas no primeiro beijo já sabia que ali tinha algo de muito especial. Foi totalmente diferente de tudo que já tinha sentido. E a cada dia o Matheus ia me conquistando mais e mais com gestos de muito carinho. Gente, eu ficava toda boba com o carinho e o cuidado que ele tinha comigo. Depois de algumas semanas nos vendo sempre, já conhecia a mãe dele e ele os meus pais, veio o pedido formal de namoro em agosto!

Nesse ano que passamos juntos claro que falamos em casamento, fizemos planos, mas sempre de forma bem tranquila, projetando para o futuro mesmo. Como somos um casal apaixonado por viagens, tiramos férias agora em setembro e embarcamos rumo a Europa para ficar três semanas. Eu estava super ansiosa por esses dias, mas nunca imaginei que ele poderia estar planejando alguma coisa. No final da primeira semana, fomos passear no Parque del Retiro, em Madrid. Estava um dia lindo e eu querendo aproveitar para tirar várias fotos e registrar o momento, quando ele pediu para sentarmos um pouquinho em um banquinho. Aí ele me abraçou, falou coisas lindas, perguntou se eu queria ser feliz com ele para sempre, disse que sou o amor da vida dele rs… Mesmo assim, não desconfiei de nada, porque ele fala bastante esse tipo de coisa. De repente, ele mexe no bolso e eu escuto um barulho: ele deixou o anel cair haha! Tadinho! Mas ele pegou rapidinho e fez a pergunta que me fez chorar de alegria: “Amor, você quer casar comigo?”. Acho que até agora não acredito que tenha vivido isso! Foi muito especial, só nós dois, num momento inesquecível e no meio de uma viagem muito incrível. 
Depois fiquei sabendo que ele embarcou com o anel no bolso e ficou andando com ele assim o tempo todo esperando um momento especial para fazer o pedido. E ele me contou também que a primeira vez que viu o anel foi em junho e ali já tinha decidido que faria o pedido! Como não sabia meu número, inventou uma história para uma amiga minha e descobriu. Sorte que ela não comentou nada comigo rsrs. Ou seja, ele ficou com o anel escondido em casa por quase três meses e eu não desconfiei de nadinha! Ah, outro detalhe! Ele não tinha falado nada com meus pais hahah. Tivemos que contar via Facetime e ele ficou super nervoso, tadinho. Mas meus pais adoraram a notícia.

Nesse ano de namoro, fizemos algumas viagens bem legais e criamos o hábito de comprar sempre um imã do lugar e guardar para nossa casa. Depois do pedido de casamento, ainda passamos por mais três cidades na Europa e foi muito mais legal escolher os imãs rsrs. Parece que fica muito mais real a idéia de que a pessoa quer mesmo ficar com você para sempre, né?  

Essa foto tiramos logo após o pedido, ainda no parque. Depois fomos tomar um drink no terraço do Palácio de Cibeles pra comemorar o pedido com uma vista incrível de Madrid. Que venha o casório e o meu para sempre com o amor da minha vida!!”

img-20160916-wa0016

Gostaram?

Say I Do.

Comente este Post

O seu endereço de e-mail não será publicado.