Marina & Claudio

27 jan

Casais!!

Esse casamento na Itália foi lindo demais! Eu namorei as fotos dele no insta da Fe, umas das melhores amigas da noiva e desde então fiquei aguardando ansiosamente as fotos para postar aqui!! A Marina estava linda demais de Monique Lluilher. Ela cuidou de todos os detalhes da organização do seu grande dia (vocês lerão isso no texto). A decor e flores eram da Floraria – Firenze e o casamento aconteceu no Monteverdi Tuscany Hotel na Toscana em Castigliongello del Trinoro – aonde todos os convidados estavam hospedados!!

A Fernanda fez o papel de “melhor amiga da noiva” e nos contou alguns detalhes, olhem só!

Uma das minhas melhores amigas casou na Toscana recentemente e fui madrinha no casamento! Ao contrário da febre que está de pessoas casando fora do Brasil simplesmente pelo desejo de fazer um casamento diferente em um lugar que adoram, a Mari casou com o Claudio, um típico Italiano que mora em Milão. (Eles se conheceram em Barcelona, durante os 2 anos que ela fez um MBA). Ela se mudou para lá no final de 2013 e durante este ano começou a estudar a aprender tudo relacionado a casamentos e fornecedores em toda Itália.

Ela tentou contratar uma Wedding Planner do Brasil que obviamente não deu certo, já que ela não tinha contato e nem conhecimento de nenhum dos tops fornecedores de casamentos na Itália. Sendo assim, a Mari decidiu fazer o casamento por conta própria! O resultado? Ficou incrível!

O Hotel, Monteverdi Tuscany fica em uma vila chamada Castigliongello del Trinoro – uma vila com mais de 900 anos. A região, além de ser uma das mais lindas da Itália, ainda está no ranking das top regiões para quem gosta de um boa gastronomia e aprecia ótimos vinhos! O lugar fica há 2 horas de Roma ou 3 horas de Milão e é muito fácil para chegar de carro (com GPS, claro! Rs).

A Vila não tem nenhuma entrada principal. Você sobe uma colina e no topo, acaba encontrando uma vila hiper charmosa com casinhas espalhadas pelo local. Nenhuma placa, nenhuma sinalização. Ao chegar lá você vai descobrindo que a recepção é em uma das casinhas, o Wine Bar é em outra casinha, o Restaurante em outra…os quartos são lindos, rústicos, mas com uma decoração perfeita. Os quartos também são espalhados pelas casinhas….No centro da vila, tem uma pequena igreja, onde foi a cerimonia. Ah, o hotel foi fechado por 3 dias e oferecido para os convidados!

Como a vila é relativamente pequena, todo mundo se encontrava durante o dia, ficávamos na piscina, fazíamos trilhas dentro das florestas que estavam ao redor da vila, saíamos para fazer passeios em cidades próximas como Montepulciano (com degustações de trufas e vinhos de outro mundo!!!) e Siena, agendávamos degustações de vinhos em vinícolas também próximas ao hotel.

No dia do casamento, o dia estava perfeito, um céu azul difícil de descrever! Após a cerimonia realizada na Igrejinha, todo mundo seguiu para uma área, próxima da piscina, para aperitivos e drinks. Vimos o por do sol lá do alto, onde o céu ficou com cores que nunca tinha visto antes! 

Quando anoiteceu, descemos todos para a casinha onde foi o casamento, com uma área externa onde ficaram as mesas, pista, bolo… O jantar foi à francesa, já que o casamento era pequeno.

Estava tudo perfeito! A comida maravilhosa, a decoração simples, mas de extremo bom gosto e elegantcia “Tuscan-style”, não teve se quer uma música que deixou o pessoal parado – o DJ acertou todas!, a noiva estava maravilhosa com seu vestido Monique Lluilher e estavam todos muito felizes pela união da Mari e do Claudio.

Ah! Eu peguei o bouquet – lindo por sinal!

Casamentos pequenos tem a vantagem de ter apenas bons amigos que te desejam o melhor, então sem dúvida tem uma energia mais do que especial.
Depois de organizar um casamento PERFEITO e conhecer todos os melhores fornecedores na Itália, agora a Mari também está trabalhando com a organização de casamentos em toda Itália. Uma ótima dica para quem quer casar por lá, considerando que levar uma Wedding Planner do Brasil não adiantaria muito, pois elas não tem os contatos dos fornecedores mais bacanas da região, né?!”

Agora encantem-se com as fotos!

02 03 04 06 25 41 43 47 105 139 140 146 149 153 160---Cópia 168 185 192 206 213 215 217 218 220 224 243 249 270 278 285 290 318 333 336 340 350 354 360 368 370 372 377 388 395 401 408 409 422 427 434 448 457 471 481 485 491 496 501 511 515 518 521 529 530 532 533 534 537 538 543 544 545 547-2 559 563 624 651 654 671 698 699 715 718 721 737 740 751 761 762

Lindo né?

Gostaram?

Say I do.

Tatiana & Gustavo

26 jan

Casais!

A noiva de hoje é uma querida! Sabe aquelas que a gente fica “intima” via email e que você fica pensando no dia que vai conhecê-la pessoalmente! Tati, vamos resolver isso e nos conhecer no CASAR Belo Horizonte desse ano?? Pode escolher, de 6 a 8 de março ir até lá tomar um café comigo rs!

Vocês vão adorar a história deles (o destino ajudou muuuito, tipo “era para ser”) e vão se encantar com o casamento!!

“A minha história e do Gustavo é marcada pela mão do destino, pela vontade de Deus de unir 2 pessoas. Conheci o Gustavo quando tínhamos 15 anos e fomos para a Nova Zelândia fazer intercâmbio há quase 15 anos atrás, no ano 2000! Ficamos morando na mesma cidade, no mesmo bairro e nos tornamos  inseparáveis, nascendo uma amizade muito forte e verdadeira. Fazíamos tudo juntos e nossa ligação foi muito intensa. Mas foi só amizade.

Quando voltamos para o Brasil nossa amizade continuou forte nos anos que se passavam, e claro, ele tinha as namoradinhas dele por aí, rs, e eu namorava sério há uns 2 anos. Quando meu namoro terminou, o Gustavo me procurou falando que estava sentindo algo diferente por mim e que ele queria saber se era só amizade ou se tinha algo mais… Ficamos pela primeira vez neste dia, mas a história não foi para frente porque acabei voltando com o namorado de antes e namorei por mais 5 anos.

Quando terminei de vez o namoro antigo, em 2009, o Gustavo me procurou de novo com a mesma conversa de antes, que queria ver o que sentia por mim, que a gente tinha tudo para dar certo, etc e eu fiquei toda feliz e apaixonada! Neste ponto já não éramos mais só amigos e eu, com certeza queria muito mais que só amizade, rs!

Mas, mais uma vez, nossa história não foi para frente. Ele se mudou a trabalho para a Bahia (somos de Belo Horizonte) e eu fiquei muito decepcionada! Não éramos mais só amigos e também não conseguíamos ficar juntos direito, então  desisti dele de vez (pelo menos era o que eu achava, rs). Ficamos 1 ano e meio sem nos ver e sem nos falar, quando o destino resolveu entrar em ação…

Fui para a Bahia no carnaval de 2011 com a minha família e na volta para casa, no aeroporto, dei de cara com o Gustavo! Ficamos os dois surpresos, sem reação e neste momento todos os sentimentos antigos vieram à tona. Mas o mais incrível foi que estávamos no mesmo avião para Belo Horizonte, sendo que ele tinha perdido o voo dele ( que era 1 dia antes) de volta para casa e eu tinha remarcado o meu voo e por obra do destino acabamos no mesmo avião!  E não tivemos mais dúvidas que realmente era para ficarmos juntos, que nosso amor é mais forte que o tempo e nosso encontro estava escrito! E 1 ano e meio depois veio o grande pedido de casamento e mais 1 ano e meio depois chegou o dia do grande sim.

O meu sonho sempre foi casar durante o dia  e no meio da natureza, com a luz do sol, grama, árvore e um céu azul! E por sorte, este também era o sonho do Gustavo, que sempre quis casar no sitio da família dele, onde ele cresceu e que é um lugar muito lindo.

Ele me deu carta branca e deixou que eu fizesse tudo do jeito que sempre sonhei! Assim como todas as meninas que sempre sonharam com  o grande dia, eu já tinha tudo pensado, escolhido, decidido e guardado nas pastinhas de referencia! Varias ideias vieram do Say I Do!

Queria a cerimônia toda branca e com copos de leite! A festa queria toda colorida e com muita tulipa! E para realizar o meu sonho escolhi a Denise Magalhães da Verde que te quero verde, para decorar, porque  sabia que com ela tudo que era ideia e sonho se tornariam realidade.

Cheguei para casar com um carro antigo, que foi o primeiro carro do meu avô, do ano de 1930  e com o meu pai dirigindo! Foi muito especial, porque desde o inicio, ficamos só nós dois até chegar ao altar!

E  foi tudo melhor do que eu tinha sonhado e imaginado!!! Fomos abençoados com um dia maravilhoso, com um céu super azul e com uma energia de amor e felicidade incrível!

Agradeço a Deus por ter proporcionado um momento inesquecível como este para nós e também à Camila por compartilhar o nosso amor aqui no Say I Do, porque afinal só o amor é real e só o amor tem o poder de unir verdadeiramente as pessoas e nos fazer feliz!”

O filme é da Milmeios Filmes!

Gostaram?

Eu adorei! Noiva linda, né?

Say I do.

will you marry me?

23 jan

Casais!

O pedido de hoje é um fofo e super animado – e contou com uma super produção!!! Mas eu não vou contar muito, porque a Thais (a noiva) contou os detalhes para vocês ok? Ahh noivinhas de BH fiquem ligadas que o CASAR Belo Horizonte esta chegando, já garanta seu ingresso aqui para evitar filas!!

“Foi em uma festa em São Paulo que nos conhecemos, ele que é de São José dos Campos veio para São Paulo para o aniversário de uma sobrinha, e um amigo o chamou para ir em uma festa. Eu também fui com umas amigas. Nem eu nem ele conhecíamos ninguém, conversamos muito, e demos nosso primeiro beijo.

Logo uma semana depois de nos conhecermos, ele já me chamou para sair e a partir daí nos encontramos todos os finais de semana. Ele é muito romântico e sempre me surpreendeu com flores, chocolates e presentes, e em uma dessas surpresas começamos a namorar.

Um relacionamento bem improvável, já que ele era mais novo do que eu (na época eu tinha 24 e ele 23, pouca diferença, mas sempre fui contra me relacionar com meninos mais novos), eu de São Paulo e ele de SJC, ele mais reservado, eu muito extrovertida e sempre rodeada de amigos, algumas coisas para dar errado, mas deu certo e muito certo. Em 2013 decidimos comprar um apartamento que ficará pronto em Julho de 2015. Não gostava muito de falar em casamento, pois ele brincava que eu estava o pressionando, mas precisávamos decidir nosso futuro, já que o apartamento ficaria pronto em breve e sempre deixei claro que não nos mudaríamos para lá sem estarmos casados.

No início de 2014 eu e uma amiga abrimos uma empresa de assessoria de Pedidos de Casamento, “O Pedido”, e foi quando ele sentiu a pressão para fazer o pedido. Como trabalho com pedidos de casamento, já vi e realizei quase todos os tipos de pedidos, e todos diziam que ele teria um enorme desafio para me surpreender.  

Eu amo carnaval e brinco que meu sonho é ser rainha de bateria de escola de samba. E o Pedro e a minha amiga e sócia Bruna organizaram tudo sem que eu desconfiasse. Uma amiga minha, Carol me convidou para irmos no ensaio da Escola Rosas de Ouro com a desculpa que ela havia ido na semana anterior e conheceu a Assessora de Imprensa de lá e que poderíamos ficar em um local mais reservado. Eu já havia ido no ensaio do Rosas algumas vezes amei a ideia. Minha irmã e outro casal de amigos também animaram de ir comigo e a muito custo consegui convencer o Pedro, que não é muito fã de carnaval.

Era uma quarta-feira dessas de verão e caiu um temporal no final da tarde. Mas isso só me desanimou de fazer a unha que eu havia marcado bem naquele horário.

Chegamos na quadra da escola de samba e fui super bem recebida pela Lara, a assessora suposta nova amiga da Carol. Ela nos apresentou outros passistas e falamos sobre meu sonho de ser rainha de bateria.

Havia também uma equipe da TV Globo que estava entrevistando as pessoas e também fui entrevistada.

Foi quando a Lara e outros passistas gentilmente trouxeram um adereço e colocaram na minha cabeça para que eu pudesse dançar com eles. Quando vi eles estavam colocando uma camisa e um chapéu no Pedro, na hora já imaginei que ele ficaria extremamente bravo comigo e falaria: “Olha o que você está fazendo eu passar”. Mas ele entrou na dança. Os passistas se juntaram e fizeram uma roda para que dançássemos no meio, eu um pouco sem graça e o Pedro falando para que eu relaxasse e curtisse. Foi nesse momento que eu desconfiei do pedido de casamento, mas ele não faria isso sem que estivesse a minha família e outros amigos.

Foi quando me chamaram para dançar com as passistas no palco. E de repente eu do alto do palco vejo entrar lá embaixo as pessoas que eu mais amo e fazem parte da minha vida, família, amigos que estão sempre comigo, outros que vejo com menos frequência, mas que também são extremamente importantes, família e amigos que vieram de SJC. Eles seguravam letras que formavam a frase “THAIS QUER CASAR COMIGO?”, mas a emoção e o nervosismo era tanto que eu via as pessoas e as letras e não conseguia nem ler o que estava escrito, só conseguia chorar. Vejo subir ao palco meus pais e meu sobrinho e logo atrás vindo em minha direção amor da minha vida com a caixinha na mão. É muito difícil descrever a emoção que senti, êxtase, surpresa, amor, tudo ao mesmo tempo, parecia que eu estava sonhando. Só conseguia chorar e queria abraça-lo e beija-lo. Ele se declarou no microfone e depois se ajoelhou e fez o pedido com o anel dos meus sonhos e logo em seguida uma chuva de balões de coração caíram sobre nós.

Como poderia ser mais perfeito?! O homem que eu amo fazendo tudo isso por mim, tudo muito bem pensado, organizado e executado com a ajuda da minha amiga/sócia, todas aquelas pessoas que estavam ali por nós em uma quarta-feira 1 hora da manhã.

A Sabina Simonato nos entrevistou novamente e depois fiquei sabendo que ela estava ali para cobrir o meu pedido de casamento, e semanas depois apareceu a reportagem no jornal Bom Dia São Paulo, outro sonho meu foi realizado: meu pedido de casamento em rede nacional rs.”

Confiram o vídeo!!

Gostaram?

Ahhh e hoje tem um casamento LINDO na minha coluna do casar.com, corre lá para ver!!

Say I Do.