Say Baby: as primeiras semans

say-baby

Grávidas, tentantes, mamis!!

Primeiro de tudo quero agradecer todas as formas de carinho que eu recebi na semana passada depois do nosso primeiro post sobre esse universo mamãe/bebe! Foi demais. Juro. Recebi muitos emails de leitoras contando que liam o blog quando estavam noivas e agora continuam lendo pois estão grávidas. Outras dividindo a ansiedade das tentativas até o tão sonhado positivo. Respondi um a um e amei saber de tanta história legal! Vou curtir muito essa troca!

Agora vamos ao post dessa semana!!

Sintomas

Olha, eu não posso reclamar. Eu enjoei pouco, mas enjoei! Mas eu passava mal rapidinho e depois já estava bem. Pela manhã, nas primeiras semanas, fiquei meio “preguiçosa” e lenta. Mas organizei a minha agenda de uma forma que não precisava chegar tão cedo no escritório (e sei que sou muito abençoada por ter essa liberdade de ajustar a agenda!). Eu não podia tomar água até uma meia hora depois do café, senão passava mal na hora rs.

Lá pela 9 – 10 semana tinha um soninho, mas nada insuportável. Na 14 e 15 semana uma fome de leão! Juro!! Uma coisa de outro mundo, tipo comer 3 (belos) pratos de feijoada e não era gula! Fiquei com medo de ser assim até o final, mas graças a Deus já melhorou!!

Essa semana que estou agora (18) e na semana anterior: conheci a querida mudança de humor. Nossa Senhora! Se eu fosse meu marido me separava de mim mesma. Eu tô muuito  chata com ele. De verdade. Com as outras pessoas não (pelo menos até agora rs), mas com ele tá demais tadinho. Mas ele esta aguentando bem rs. Tô torcendo para ser passageiro também,

Opiniões

Olha, antes de engravidar já tinham me falado que esse mundo materno é um pouco cruel. Realmente tô achando essa parte meio chata. Sinto que as mulheres não se ajudam muito! Não estou generalizando tá? Estou num grupo do facebook super bacana, já tirei umas 357 dúvidas e todo mundo foi super solicito nas respostas. O ponto principal para mim é aquela coisa de que tudo da pessoa é o melhor.

Você pergunta sobre carrinho, por exemplo. Tem gente que fala na boa: ah comprei o modelo X ele é lindo mas o maior trambolho do mundo. Ponto para sinceridade. Agora tem umas que você sabe que estão sofrendo com o carrinho mas elas continuam sorrindo e dizendo que é o melhor do mundo, o mais lindo e blá blá blá.

Igual parto normal X cesárea. Eu sei que no Brasil os índices de cesáreas é um absurdo e tal, mas gente, na boa, as pessoas pintam de um jeito que a mãe que fez a cirurgia é bem menos mãe por isso. Essas coisas me irritam um pouco. Acho que tem que ser sem noia. É claro que vou tentar o parto normal, mas, se for melhor para mim e para o meu filho que seja cesárea, farei feliz também,

Mesmo papo com amamentação!! Acho que a Fernanda Gentil fez um desabafo esse final de semana que diz tudo. Nossa. Fiquei emocionada. Ela disse tudo que eu imagino que as mães que não conseguem amamentar sentem, mas não podem falar pois serão julgadas. Sim, elas serão julgadas. Porque ai vem o politicamente chato (ops, correto) dizendo que a pessoa não tentou o suficiente, que deveria ter insistindo mais e aquele blá blá blá todo que cansa a nossa beleza.

Alimentação

Eu nunca tinha ido numa nutricionista! Resolvi ir porque não queria que faltasse nenhum nutriente para o pequeno. Não estou seguindo exatamente tudo que ela me passou, mas tô seguindo uns 70%! O que para mim já é uma vitória. Tenho sorte de não ser chegada a doce – inclusive tô esperando bater um desejo de algum deles hahaha, para ver como é!! Mas em compensação, sou muuuuito chegada em Mc donalds (tipo amo mesmo tá?? Como praticamente 1 vez por semana) e em friturinhas – ninguém é de ferro né? A única coisa que estou comendo/bebendo em excesso na gravidez é: suco de tomate!! Gente! Outro dia tomei 7 no restaurante!! S-E-T-E. Vocês tem noção hahaha? PS: para quem quiser a dica, o do Ritz é o melhor rs!!

Desabafo do dia

Deve ser normal em grávidas de primeira viagem. Mas hoje fui visitar o baby fofo e lindo de uma amiga que nasceu ontem. Gente, sério, dá um medinho né? Você vê aquele baby pequeno 1000% dependente de você, fiquei me questionando se darei conta, se serei uma boa neo mãe… Mas decidi que não vou “sofrer” por antecedência. Tô super contando com o famoso instinto materno para me ajudar rs. E contando com as dicas das mamães já habituadas com esse processo (anota meu email ai e vai me mandando as dicas rsrs: say@sayido.com.br.

new-born4.jpg5

Espero que tenham gostado!!

Semana que vem tem mais!!

Mamãe!

Comente este Post

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. meninas assistam o documentario RENASCIMENTO DO PARTO
    eh maravilhoso!
    bjs

  2. Camila, parabéns!!!soube da notícia pelos meus país e fiquei muito feliz. Imagino a sua emoção e da sua família!
    Curta muito a gravidez, eu adorei ficar grávida. É um momento super especial!!! E procure não ligar para comentários desnecessários, não existe o certo é nem o errado. É sim o que é melhor ou possível para cada um! Vá seguindo seus instintos e os profissionais que te acolhem que tudo dará certo. Ser mãe é a coisa mais difícil que me aconteceu, mas também, a mais maravilhosa!!!!! Não exista nada nos faça crescer mais que isso!!!! Estou adorando a coluna nova! Bj

  3. Oi!!! Primeiro, parabéns pelo baby!!!! Aproveite bastante cada fase! Só queira dizer que concordo plenamente com você: essa história de maternidade é realmente muito chata! Sempre tem alguém que te critica por um ou outro motivo, sempre tem alguém que tem ou faz uma coisa melhor que você…é muito chato! Essa história de parto e amamentação então….é chato demais! Ser MÃE é muito mais do que parir ou amamentar, ser MÃE é estar, é se doar, é amar! Tenho certeza que você será uma ótima mãe! No final, o que conta é o amor!

  4. Adorei que tenha começado a falar de gravidez, estou quase do mesmo tempo que você, estou com 17 semanas, ou seja, estaremos vivendo as mesmas coisas praticamente juntas, e vai ser ótimo poder ver que não estou sozinha em meio a tanta novidade. E quanto a visitar um recém nascido e pensar isso, confesso que também penso, oro a Deus que me capacite pra ser uma boa mamãe, mas pensar que teremos que dar conta daquele serzinho é assustador mesmo. Ótima gestação pra você, bjok

    1. Para vc tb Danielle!!! Se Desu quiser seremos otimas mães rs!!! Vamos contar com o instinto materno rs!!!
      bjss

  5. Oi Camila!
    Fiquei super feliz quando li na semana passada seu post! Que você siga tendo uma gestação tranquila, e que seu lindo baby venha com muita saúde!
    Como leitora curiosa, queria perguntar como foi contar pro seu marido e pra família e amigos de vocês. Eu acho que o momento de anunciar a gravidez é um dos mais especiais da vida. Fico pensando que meu marido planejou com tanto amor a forma de me pedir em casamento, que quando chegar a nossa hora de aumentar a família, eu gostaria de “retribuir” a ele contando de uma maneira especial. Acho que enquanto os homens tem a “missão” do pedido de casamento, nós temos essa de anunciar a gravidez. São os grandes momentos de virada da família né? Sei lá, eu vejo assim….
    Sei que talvez seja uma coisa muito íntima, mas eu adoraria que você falasse desse assunto.
    Beijos com muito carinho!

  6. Oie! Camila adoro o blog e estou tentando engravidar então adorei essa novidade no blog. Uma sugestão: seria bem legal vc contar relatos de como as mamães contaram para os papais que estão gravidas são historias emocionantes com certeza, assim como o “will you marry me?” que eu amo ler 😉